O dia que nunca aconteceu versus o dia que nunca vai acabar

Por Arkx

O dia que nunca aconteceu versus o dia que nunca vai acabar

Ref. ao post A aura trincada do Ministério Público

1. Quando a Ditadura compreendeu que havia perdido o controle sobre seus porões, Golbery concebeu uma distensão lenta, gradual e segura. Sua estratégia foi tão bem sucedida que até hoje a Ditadura perdura. Ao aparelho de repressão continua intacto, pronto a ser reativado. Estruturas altamente hierarquizadas, quando frente ao vácuo do poder central, tendem a se esfacelar numa luta de grupos agindo autonomamente. A Dilma que venceu as eleições de 2014 ainda não tomou posse. É uma Presidente ausente deixando que se execute o programa derrotado nas urnas. Enquanto a Esquerda se retrai, os golpistas estão em toda a parte, como uma horda de zumbis avançando para devorar o mundo dos vivos.

2. Subitamente a crise política é retirada do primeiro plano e a grande mídia se rende à intrusão da crise climática. São Paulo, a eterna capital do golpismo e a grande Babilônia brasileira, exibe seus horrores: uma cidade inviável, a inabitável obra máxima dos oligarcas brasileiros. Os semi deuses em sua suprema arrogância e ignorância se julgam capazes de manipular a História e o meio ambiente. Mas crise climática também já cruzou o ponto de não retorno, tornando-se um agente político.

3. Vivemos a rarefação da liderança nacional. Não é apenas Dilma a inerte e inócua. Já não temos mais grandes lideranças capazes de galvanizar os movimentos sociais. Os intelectuais emudeceram. Os setores à Esquerda ainda não consolidaram representantes à altura dos desafios da crise. Enquanto Jean Wyllys e Guilherme Boulos avançam, Marcelo Freixo se mantém em eclipse. Por outro lado, nos diversos setores em movimento, brotam inúmeras pessoas com enorme capacidade de liderança.

4. O projeto golpista em curso é extremamente claro em seus objetivos: entrega do pré-sal, privatizações, submissa do Brasil as mega corporações transnacionais através do TTIP (Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento), reforma da previdência, flexibilização das leis trabalhistas, desmonte da rede de proteção social estabelecida com a Constituição de 1988. Como sempre, os golpistas tem um claro projeto que não se envergonham de desfraldar. 

E nós? o que defendemos? o que implica na prática, através de pontos específicos e objetivos, a Defesa da Democracia?

5. Neste sábado (12/03/2016), estamos todos nós no tempo histórico suspenso entre o dia que nunca vai acabar e o dia que nunca aconteceu. Seja como for, nada será como antes amanhã.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

38 comentários

  1. A quem interessa essa

    A quem interessa essa manifestação de amanhã? 
    Em primeiro lugar acho que a chamada é errada. Não deveria ser por um Brasil melhor, mas por um Brasil bem, mas bem mesmo, pior. Senão vejamos: amanhã todos os hipócritas têm encontro marcado. Irão às ruas para pedir a queda de uma presidente legitimamente eleita e contra quem não pesa nenhum crime a não ser o de deixar investigar quem quer que fosse. Esse foi o seu maior crime. Num país aonde os maiores criminosos aparecem nas colunas sociais e não nas policiais, já dá pra se imaginar o estrago que tal medida não causou. Mas por que uma manifestação recebe apoio de tanta gente? Aí é que esta!!! Nunca foi apoio!!! Quem vai amanhã o fará, como sempre, por motivos próprios e são muitos, tenha certeza. Amanhã a Av. Paulista será palco dos corruptos que querem que as investigações cessem. Haverá também aqueles que têm medo que o PT acabe com o status quo vigente de mais de 500 anos e consiga passar o imposto para os mais ricos. Também aparecerão por lá os que têm medo de perder a boquinha. Não faltarão os rentistas que não aceitam juros baixos acostumados que sempre foram a ganhar muito dinheiro na maciota. Por lá encontrarão os que não querem que a CPMF seja aprovada pois sempre tiveram muito a esconder e que também nunca se importaram com o SUS pois para muitos desses que lá estarão, pobre bom, é pobre morto. Irão também os que estão ávidos para por as mãos no pré-sal afinal, garantir educação pública de qualidade nunca foi de interesse desses que lá estarão. Educação só para os bons de berço e aí, de preferência pública, já que também ninguém é de ferro. A avenida será palco também para aqueles que odeiam cotas, Prouni pois essas conquistas acabaram com as empregadas e com as babás. E, claro, que a cereja do bolo ficará por conta da classe média que nunca se enxergou como trabalhadores eternamente explorados que são, mas como milionários temporariamente pobres. Irão também aqueles desinformados que não conseguem ver avanços elementares na sociedade brasileira. Passarão por lá os seletivos que sempre simulam neutralidade mas só repercutem a crítica à esquerda. E, lógico, não faltarão os ignorantes sobre a história do Brasil que não sabem o custo que representa um golpe de estado.

  2. Acho que damos demasiada

    Acho que damos demasiada importância para essa manifestação, e é justamente isso que os golpistas querem, porque assim fica tudo dependendo da arruaça que eles sejam capazes de fazer.

    O uqe interessa essa manifestação? vai ser só mais uma. Se tiver muita gente se tiver pouca gente, o que importa? depois são outros a sair em manifestação também, e o quê, quem tiver mais gente ganha? se tiver um milhão de pessoas eles dão o golpe, se tiver oitocentas mil não dão o golpe? depor a presidenta depende de quantas pessoas a Globo disser que sairam as ruas? depende de quantas sairam realmente? isso é tudo ridículo. 

    É justamente essa arbitrariedade que se impôs, mesmo na esquerda e nos legalistas. Endossaram essa ação de agenda setting, essa pauta, de que tudo depende do dia 13, isso é uma estupidez, temos que desdramatizar isso, vai ser mais um dia, os coxinhas vão sair na rua, no outro dia vão sair outros e as intituições tem que seguir a lei (ou pelo menso deveriam…)  

    Estamos a dar importância legal e histórica para essa manifestação do dia 13, quando é a vez deles jogarem. Temos que desarticular a ideia de que as instituições vao agir dependendo do que acontece nesse dia.

  3. Por que marcelo Freixo está

    Por que marcelo Freixo está em eclipse ? Vejo ele postar videos extremamente pertinentes sobre a situação, evitando exageros como os de Luciana Genro, por exemplo.

    • Freixo, entre a Alerj e a Cinelândia

      porque Freixo se institucionalizou demais, focado em sua candidatura para Prefeito do Rio. enquanto seria muito melhor se estivesse nas ruas, como nesta última sexta, na Cinelândia, junto com David Harvey, numa aula pública sobre as “Cidades Rebeldes”.  abraços.

      .

  4. E continua o mimimi…

    Parece aqueles palanques que cada orador fala a mesma coisa com palavras diferentes.

     

    De novo, o suposto golpismo “made in USA”.

     

    O ponto 1 é hilário. A ditadura não acabou. Meu Deus…

     

    É esse tipo de pensamento que vai botar o Brasil pra frente? Não suprpreende estarmos tão defasados em mentalidade global. Ainda estamos discutindo o século XX, um pouco do XIX, enquanto países adiantados já estão pensando o século XXII…

     

  5. Hoje os movimentos sociais representam uma direção para toda…

    Hoje os movimentos sociais representam uma direção para toda a esquerda e o campo progressista. As centrais sindicais, o MST, o MTST, Marcha Mundial das Mulheres, Movimentos LGBT entre muitos outros movimentos de juventude representam a principal força política capaz de se contrapor aos golpistas.

  6. Wadih Damous, Jandira Feghali e Lindberg são do PT paulista?

    Não é de hoje, mas desde a eleição de 2014, que os políticos de São Paulo sumiram das ruas. A diferença é brutal da campanha do Haddad, em 2012, para os tempos atuais. Quem frequenta atos e eventos políticos notou o sumiço, mas não tem coragem de falar nada. Não é só o governo federal que está encurralado, os políticos paulistas do PT não querem mais se arriscar a levar um escracho público. Conseguiram mais essa.

    Quem acompanhou a campanha de 2012 sabe da importância crucial do vereador Antonio DONATO Madorno, braço direito do Haddad. Em TODOS os atos o Donato estava presente. Virou secretário municipal até ser derrubado de forma humilhante pela mídia. Foi o momento Dilma do Haddad. Cadê o Donato? Desde a demissão, sumiu das ruas, não aparece mais. Não adianta alegar que agora é o presidente da Câmara e tal, não cola. Tenho para mim que do episódio restou mágoa e ressentimento.

    São Paulo, 26 de junho de 2015 – inauguração da ciclovia da Paulista. Uma manhã de domingo de inverno radiante e luminosa como só manhãs de inverno são capazes. Paulista lotada em festa, alegre, colorida, pessoas fazem piquenique na calçada, enquanto carrinhos de bebê circulam pela pista, meu filho tira foto com o Léo Sakamoto e sua bicicleta. O prefeito Fernando Haddad discursa na Praça do Ciclista aos gritos de “mais quatro, mais quatro”. Quem estava lá além do prefeito? Jilmar Tato, o arroz-de-festa do Suplicy, Rogério Sotilli, Nabil Bonduki e …só. E os vereadores, deputados estaduais, federais, os presidentes estadual e municipal do Partido? Nada. Ora, era uma festa política, a ciclovia foi um sucesso estrondoso, era um evento político sim, mas os políticos do PT, amedrontados com as hostilizações públicas sofridas, estavam dentro de casa, escondidos, não têm mais coragem de botar a cara na rua.

     

    Não é por outro motivo que volta e meia a turma do Rio está invadindo a praia dos paulistas acovardados. Quem rouba a cena na porta do Fórum da Barra Funda? Wadih Damous. Quem desaba do Rio para o ato de desagravo ao Lula? Jandira Feghali, que é do PCdoB, Lindberg, etc.

     

    Quando as reuniões são realizadas na quadra dos Bancários, o boteco que fica na esquina da Tabatinguera com a rua do Carmo fica lotado com a turma da CUT, já é tradição os políticos passarem lá, uma vez eles chegaram e foram sentando e emendando mesas, quando vi estava tomando cerveja entre o José Sérgio Gabrieli e o Djalma Bom. O único que apareceu no bar dia 4, dia da “prisão” do Lula, foi o Vicentinho.

    Quem não é visto, não é lembrado.

    Foto-símbolo da ciclovia da Paulista, na manhã de 26.06.2015

  7. Acho que vai ser bem menor o

    Acho que vai ser bem menor o número de pesoas, nem passando perto de 2013.

    Em 2013 a midia ninja alternativa estava iludida e enganada, mas felizmente parece que percebeu o verdadeiro perigo. Não que eles apoiem ao governo, mas nesse caso o inimigo é muito maior..

    A luta é pela Democracia que foi arduamente conquistada.

    O povo não é bobo

    O Melhor é ficar em casa, descansando para a manifestação pacífica pela Democracia no dia 18

  8. A marcha de amanhã, espero
    A marcha de amanhã, espero eu, oporunizará uma marchinha, cujo título será: direita torta ou “Moro numa ilha em Paraty.” São os neo-integralistas em ação. São perigosos em bando, mas se ajoelham, quando sozinhos
    É bom convidar o Marcos Villa, o Pondé e o Reinaldo Azevedo para escrever o seguinte artigo: Pai, afasta de mim esse “cale-se” com vinho de cor esquisita. Ah, chama o Jabor, também, embora ele prefira algo como “Apocalipse Agora”.

  9. Horda De Zumbis Golpistas, E Sua Violência Explícita:

    QUEM É E PARA QUE SERVE O PADRE PAULO RICARDO, O MALAFAIA DA IGREJA CATÓLICA. POR KIKO NOGUEIRA

    por   – 5 de julho de 2015 –  http://www.diariodocentrodomundo.com.br/conheca-o-padre-paulo-ricardo-o-silas-malafaia-da-igreja-catolica/ 

    O religioso e seu ídolo Olavo de Carvalho (à esq.) mostram como enfrentar os comunas

    O padre Paulo Ricardo é a resposta da Igreja Católica ao pastor Silas Malafaia.

    Calvo, sempre de batina, a cara do Salaminho da dupla com Mortadelo, menos histérico e mais culto que Malafaia — o que não quer dizer muita coisa, convenhamos –, PR daria orgulho a Torquemada pelo reacionarismo e pela pregação paranoica anticomunista e antipetista a que submete seu rebanho.

    PR é da Arquidiocese de Cuiabá, onde trabalha (“trabalha”) como vigário judicial. No caprichado site oficial com seu nome, lê-se que nasceu em Recife em novembro de 1967. Aos 11, mudou-se para o Mato Grosso.

    Foi ordenado sacerdote em 1992 pelo papa João Paulo II. Lecionou em lugares como as Faculdades de Filosofia e de Psicologia da Universidade Católica Dom Bosco e o Instituto Regional de Teologia. Escreveu alguns livros e apresenta um programa na Rede Canção Nova de Televisão.

    Virou mesmo uma subcelebridade na internet. Vídeos com sermões detonando qualquer coisa de esquerda têm uma ótima audiência. Um deles, 500 mil visualizações. Outro, mais de 100 mil. São dezenas. São filmados em sua igreja. (Quem paga esse vídeos? Quem paga o site?)

    Paulo Ricardo de Azevedo Júnior ministra cursos e palestras em todo o Brasil, pelos quais embolsa uma grana. Alguns tratam de questões religiosas. “Demonologia”, “Tríduo Pascal”, “Introdução ao Direito Canônico” e por aí afora.

    Está transfixado pela “ideologia de gênero”, um câncer para o planeta, mas gosta mesmo é de falar de “marxismo cultural”. Padre PR tem uma obsessão olaviana com isso. “Somos um país com cada vez mais ignorantes, graças à esquerda e ao marxismo cultural. Gramsci, se vivo, estaria completamente realizado”, diz.

    “As nossas universidades todas estão infiltradas de gramscismo. Para ensinar português, o que você faz? Não ensina mais gramática. Você vai e dá um texto para o aluno de um tema social. Os nossos alunos chegam à universidade analfabetos porque, ao invés de aprender português, aprendem marxismo”.

    Suas ovelhas ouvem uma cantilena distópica conservadora de cortar os pulsos. Após a reeleição de Dilma, ele produziu um desabafo dividido em alguns pontos:

    O PT não é um partido comum! Ele não pode ser subestimado.Precisamos conhecer o nosso adversário para não cairmos em suas manobras e alertarmos os nossos!ATENÇÃO: O PT quer que católicos, cristãos e pessoas de bem espalhem o discurso do ódio.O PT quer justificativas para rotularem católicos, cristãos, famílias conservadoras de nazistas, preconceituosas, racistas etc! Não caia nessa.O PT deseja implantar gradualmente o mesmo sistema de Cuba com particularidades para o Brasil. O PT trabalha para o fim da democracia.No 13º Congresso do PCdoB Dilma declara irmandade com este partido que radicalmente já rompeu com a União Soviética e China por os considerarem comunistas “light”!ATENÇÃO: Esse regime socialista se dará como uma farsa de democracia! Será uma democracia falsa em que não haverá liberdade intelectual, religiosa, econômica etc! Tudo será mascarado!

    O papa é absolutamente ausente da vida do padre. A agenda de Francisco pelos pobres e seu combate à desigualdade são solenemente ignorados. A luta do padre Paulo Ricardo é para ficar famoso na web destruindo o demônio vermelho e denunciando o que chama de “imbecilização” do Brasil.

    No mundo em que ele vive, aproximadamente no século XIII, já teria excomungado e queimado na fogueira Bergoglio, aquele velhote comunista argentino safado. PR é um lembrete importante de que os nossos evangélicos de estimação não detêm o monopólio do arquiconservadorismo do Senhor.

    [video:https://youtu.be/qpiqDIWjiDs%5D

     

  10. amanhã

    só se mensurará a quantidade de energúmenos a desfilar “contra a corrupção do governo”, trajando legítmas camisas da cbf-nike (não usam as falsificadas por serem baratas demais), se não chover. pois, se chover, ninguém dará as caras.

    a democracia brasileira não será ameaçada por quem tem medo de chuva.

    os idiotas da milícia federal deram-se conta disso em congonhas, e tiraram da reta rapidinho igual uma charge húngara a mostrar um vietcong botando para correr todos os super-heróis ianques.

    vieram os três patetas paulistas sem noção.

    por isso, para garantir as “selfies” desses coxinhas mimados, o bandido-mór garantiu a milicia para assegurá-los do povo QUE NÃO TEM MEDO DE CHUVA.

  11. É Real!

    A possibilidade da presidenta ser apeada do poder é real! O cerco está fechando de hora em hora!

    Não façam como está fazendo Dilma, fingindo que não vê!  Ela foi a principal responsavel pelo que está acontecendo!

    A nova sucessão de noticias ruins neste fim de semana bota mais lenha na fogueira!

    Não esperem gatos pingados na data 13!

  12. Golbery

    Como nos  tempos da ditadura, ditabranda para poucos, vivemos grande queda de espectativas e de crescimento econômico. Golbery, o Richelieu dos milicos mandantes, caracterizou esta alternância de de estado como comportamento de sístoles e diástoles entendendo que tinha chegado a hora de distensão política. Ao contrário, depois de Figueiredo estamos vindo desde 89 uma situação de liberdade política crescente e longo período de prosperidade econômica e social. A tal ponto que já esquecemos das mazelas de governos autoritários. Entramos num tempo de tensoes sociais mais caracterizada como contaposição dos “coxinhas” ao governo que chamam de petralhas . Moro foi guindado a condição de notoriedade pelos descontentes com rumos tomados pela nossa sociedade dos últimos dias. O que ele representa? Perda das garantias individuais, destruição de patrimônios de conhecimento, destruição de valores legais, destruição de nossos recursos de engenharia,  libertação de sentimentos antipopulares como nunca antes vistos, e grande esgarçamento social entre afortunados e despossuidos. O atual quadro de incertezas nos leva temer que vitorioso o movimento dos “coxinhas”  venha nos trazer dias de trevas, que todos perderão até esperança .

     

     

  13. Mais um que se vai

    O cataléptico governo Dilma imola mais uma vítima em sacrifício. Gabriel Medina não é apenas um jovem vibrante e carismático, mas um jovem que fala para os jovens, aquele que bota uma bermuda e vai dialogar com os skatistas da Praça Roosevelt, reconhecido e querido pelos jovens. Quem seriam os deputados do PT que pediram a sua cabeça? Como venho insistentemente falando, se sobreviver, será um governo de reservas do Ibis, de Pernambuco. Mas sempre pode piorar, vai que convidam o Pablo Capilé e seu cubocard para a vaga.

    Gabriel Medina

    47 min ·  

    “Se muito vale o já feito, mais vale o que será”.

    Despeço-me da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ). Recebi o comunicado em uma ligação do ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini a pedido de uma parte de deputados do PT e PMDB.

    A notícia chega no pior momento político experimentado pela minha geração. A crise política se agrava no país com a tentativa de impeachment da presidenta Dilma e a absurda tentativa de prisão do ex-presidente Lula. Não estão em risco apenas os avanços sociais que conquistamos nos governos Lula e Dilma, mas também o avanço democrático que acumulamos com a Constituição de 1988.

    Tal situação exige muita responsabilidade das forças políticas que dirigem o governo federal na perspectiva de construir unidade dos setores progressistas para enfrentar um período prolongado de duras batalhas no campo político, social e jurídico.

    Lamento que a decisão tenha sido tomada nesta conjuntura tão delicada, de exigência de mais diálogo e unidade e especialmente porque se relaciona com sucessivas concessões feitas pelo Governo Federal a governabilidade do Congresso.

    Lutávamos, dentro do governo, junto com várias atrizes e atores políticos, para que a Presidenta Dilma se reconectasse com o programa vitorioso de 2014, com os milhões de corações valentes que derrotaram o ódio e o Aécio. Defendemos, sempre, que essa era a melhor forma de barrar o golpe ora em curso.

    A juventude tem sido um dos setores mais afetados pelo ajuste fiscal que gera recessão e desemprego e será a mais prejudicada com uma possível reforma da previdência. A lei antiterrorismo atenta gravemente contra a democracia e servirá a criminalização da juventude que está em luta. Não há nada mais desastroso que a entrega do regime de partilha do pré-sal, sem dúvida o maior passaporte para a construção de um padrão de desenvolvimento, com o cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação.

    Na SNJ, em apenas um ano de gestão, regulamentamos os direitos previstos no Estatuto da Juventude, que trará um novo e inovador programa que beneficiará mais de 18 milhões de jovens de baixa renda. O Identidade Jovem – ID Jovem, vai permitir o direito de meia-entrada em eventos culturais/esportivos e gratuidade em viagens interestaduais.

    Também apostamos no aprofundamento do caráter transversal da SNJ: o Plano Pluri Anual (PPA) 2016-2019 ampliou a relação da Secretaria de 05 para 10 Ministérios e já será materializado na elaboração de importantes instrumentos de políticas públicas, entre eles o Plano Nacional do Trabalho Decente para a Juventude, o Plano de Juventude e Meio Ambiente, Plano Nacional de Juventude e Sucessão Rural e o próprio Plano Nacional de Juventude, todos eles conectados com as três prioridades da 3ª Conferência Nacional de Juventude.

    Além disso, no momento de uma dura reforma administrativa, garantimos que este espaço de desenvolvimento de política pública do governo não se desmantelasse e tivesse uma nova casa – um Ministério que, agora, leva seu nome, o Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial, da JUVENTUDE e dos Direitos Humanos. Acreditamos que o novo espaço pode reforçar as pautas que as juventudes organizaram nos últimos dez anos, potencializando a capacidade de articulação da SNJ em torno de políticas essenciais, como o Plano Juventude Viva, que deve ganhar reforço das secretarias especiais da Igualdade Racial, dos Direitos Humanos e das Mulheres para converter essa agenda em política de Estado.

    Encerramos o ano com a maior Conferência de Juventude da história, coroado com o grande ato de abertura da Conferência que promoveu o encontro das juventudes com o ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, sete ministros, dezenas de deputados e senadores e principalmente a presidenta Dilma. Uma conferência com a presença de 3 mil jovens das classes populares, das favelas, das vilas, das aldeias e terreiro, com 50% de mulheres cis e trans, com 70% de negras e negros.

    Essa geração de jovens brasileiros é marcada por um ciclo de ampliação de políticas públicas. Hoje, filhos das classes populares acessam a universidade, o mercado de trabalho formal e também consumidor. Por isso mesmo, a noção de cidadania e de direitos se transforma, e as novas gerações reivindicam saltos ainda maiores nas políticas universais e específicas.

    Esse é o desafio para quem assumirá a tarefa de conduzir as políticas públicas de juventude. Ir além de uma agenda de mobilização da juventude e construir uma agenda que combine a institucionalização das políticas públicas com a disputa de um novo modelo de desenvolvimento para o país, sustentável, solidário e justo. O Brasil é um país rico e diverso e certamente com as juventudes poderá produzir um ciclo de fortalecimento da sua democracia, com respeito à diversidade e à igualdade.

    Saio com a consciência de ter desenvolvido um bom trabalho, mesmo em condições bastante adversas do país e em especial do Governo Federal. Agradeço à presidente Dilma pela oportunidade, ao meu companheiro ministro Miguel Rossetto pelo apoio e aprendizado.

    O momento é de estarmos juntos, irmanados na busca de saídas efetivas para a crise econômica e política. Continuarei comprometido com as lutas das juventudes, em especial inspirado por junho de 2013, pela primavera das mulheres contra o Cunha, pela luta da juventude negra contra o absurdo genocídio que segue imperando em nossas favelas e periferias, pela Marcha do Empoderamento Crespo, pelas ocupações das escolas em São Paulo.

    Saio do governo e volto para as ruas, para as lutas, de onde eu vim. O sonho de uma sociedade plena de liberdades e de direitos, plena de democracia e felicidade para o nosso povo e a nossa juventude continuará alimentando meu coração para os futuros desafios que virão!

     

  14. A unica saida para o Pt é o

    A unica saida para o Pt é o confronto, se ficar no paz e amor já era, se não ganhar as ruas e passar um recado claro que há muitos que não estão aceitando o golpe explicito e descarado por parte do conluio midia/judiciario a sustentação do governo ficará a cada dia mais dificil; vivemos em um estado de excessão, a repressão contra o PT e aliados é forte e sem nenhum pudor, a midia já não tem compromisso nenhum com a verdade e o estado de direito e setores responsaveis do judiciario se borram de medo de serem expostos pela midia, chegamos ao vale tudo, paz e amor é lacrar o caixão do governo federal.

  15. este domingo é mesmo um dia

    este domingo é mesmo um dia decisivo, mas é dia de saber quem são os reais inimigos do brasill…

    Dè elencou. alinhou  muito bem o tipo de gente que comparecerá nesrte domingo na paujlista…

  16. Sinceramente, estamos ha 15

    Sinceramente, estamos ha 15 dias sem ministro da justiça, num momento como estes! Depois da argolada de nomear um procurador desconhecido, agora o vácuo. O vácuo de poder que a presidenta acredita piamente que existe. A decisão vai ficar ali esperando ser tomada por ela. A mesma coisa, em relação a Petrobras, como diz o Nassif, a mesma coisa com o Mercadante na casa civil, a mesma coisa com o Cardoso, com a lava jato subindo a rampa do planalto. É inacreditável a inoperância de Dilma. Incapaz de toma decisões, incapaz de aceitar sugestões. Não reage, não decide, não atua, não se defende. Pensa que o poder é de natureza estática, mas é essencialmente dinâmico. O poder exerce-se ou perde-se. Não vê a necessidade de defender o poder, pensa simplesmente que ele é uma atribuição inerte. Idem em relação à democracia. 

    Alguém por favor encaminhe a presidência a série “Guerra dos Tronos” para a Dilma entender um pouco como as coisas se passam. O republicano Ned Stark lutava muito mais e vimos o que aconteceu. 

  17. Porque não vou defender o Lula na rua

    Caros,

    Estou bastante revoltado com esta perseguição a que estão submentendo o Lula, mas, pensando com meus botões, cheguei a conclusão que não deveria me preocupar tanto com eles. Explico o porquê.

    O Lula e a Dilma juntos nomearam bem mais da metade do STF e muitos ministros de outros tribunais superiores, inclusive o ex-ministro Joaquim Barbosa. Será que nenhuma deles tem a mínima gratidão para defendé-lo neste momento??? Precisa o Marco Aurélio, nomeado pelo Collor sair em defesa dele?! Cadê o Tofolli que deve tudo que tem ao PT e ao Lula? Tem medo da Globo? Se um ministro do supremo com salário vitalício estratosférico e imunidade quase absoluta tem medo de se expor, que diria eu. Se em uma manifestação levar um tiro de borracha no olho de algum PM tucano (desculpem o pleonasmo), não vou nem receber indenização. Capaz de, se entrar na justiça, ser inclusive humilhado na sentença por algum desembargador tucano (desculpem novamente o pleonasmo).

    O Lula e a Dilma juntos nomearam “republicanamente” (entenda-se ingenuamente) pelo menos meia duzia de procuradores gerais da república. Nenhum deles é capaz de se manifestar criticamente ao que está ocorrendo??? Alguém viu algum deles na mídia criticando os abusos? Claro que não, no MP, tanto federal como estaduais, a corporação vem em primeiro lugar. Se vocês acham que o MP de SP ou o CNMP vai ficar contra os três patetas, podem tirar o cavalinho da chuva. Só mesmo o Lula, a Dilma e o Cardozo, para acreditarem nesta estória de “republicanismo” de promotor, procurador e policial federal. 

    O Lula e a Dilma juntos deram bilhões de reais “republicanamente” (entenda-se ingenuamente) para a grande mídia que hoje os destrossa diariamente com mentiras grotescas. Eu, que não recebi nenhum centavo de dinheiro federal, vou sair na rua para fazer campanha a favor do Lula e correr o risco de apanhar de algum maluco inflado justamente pela grande mídia??

    Pessoal, gosto muito do Lula, votei nele 2 vezes e na candidata dele, a Dilma, outras 2 vezes. Mas, verdade seja dita, eles deram muito mole para os inimigos. Trataram inimigos ancestrais de maneira “republicana” e estão colhendo os frutos amargos deste equívoco. Espero, sinceramente, que ele saia desta e volte a ser presidente da república com o meu voto em 2018. Mas não vou tomar borrachada da PM “republicana” por causa dele, enquanto muitos potentados beneficiados por ele, que poderiam com alguma facilidade e segurança acabar com tudo isto, ou se calam ou o perseguem dissimuladamente, quando não ostensivamente.

  18. Como extraterrestres

    A PM invadiu a sede do PT como se fosse combater extraterrestres…Cadê a justiça nesse país não existe mais? Justiça só serve para o PT?  Por caso a PM INVADIU A SEDE DO MBL, DO VEM RUA? Tenho CERTEZA que NÃO.Será que o MPF provocador do ódio no povo terá como consertar o estrago que fez e vem fazendo? 

    A MP quer respeito, mas não se respeita, não tem respeito à democracia, não tem respeito à constituição… Essa é a justiça que se diz imparcial  e que é aliada ao PSDB e até agora não provaram o contrário.

    A PF INVESTIGA PRESENTES DE LULA, POR CASO IRÃO INVESTIGAR OS PRESENTES DO EX-PRESIDENTE FERNANDO HENRIQUE? O que estão fazendo é subestimando a nossa inteligência, estão tratando o ex- presidente como ladrão. 

     Como disse Rui Barbosa: “Saudade da justiça imparcial, exata, precisa. Que estava ao lado da direita, da esquerda, centro ou fundos. Porque o que faz a justiça é o “ser justo”. Tão simples e tão banal. Tão puro. Saudade da justiça pura, imaculada. Aquela que não olha a quem nem o rabo de ninguém. A que não olha o bolso também. Que tanto faz quem dá mais, pode mais, fala mais. Saudade da justiça capaz”.

     

     

     

  19. Caracá !
    O Aécio está sendo

    Caracá !

    O Aécio está sendo tão zuado nas redes sociais, como o homem penta, duvido que terá coragem de dá as caras na passeata dos corruptos.

    Fizeram até uma camisa para ele. 

    Penta delatado

    Eu vou na marcha dos corruptos

  20. Calma gente, também não é o

    Calma gente, também não é o fim do mundo. Eles vão colocar bastante gente nas ruas? E daí? Nós podemos colocar muito mais que eles. Que que é isso de que nós não temos liderança e que estão surgindo lideranças entre ele? Lá está surgindo liderança? Quem? Não vejo nenhuma enquanto que nós temos entre muitas a melhor: Lula.

    Eita, deixa que ele se manifestem, não tenho medo não, mesmo porque depois é o nosso bloco que vai pra rua, e sai da frente porque a onda vermelha vai passar!

  21. Considero terem sido de muita

    Considero terem sido de muita utilidade as mobilizações deste Blog, bem como dos outros que pregam as mesmas ideologias, ao longo desses meses em que Dilma reassumiu o Governo, sempre batendo na tecla de que a inoperância de Eduardo Cardoso como ministro da justiça vinha sendo uma das causas maiores da superioridade da PF, que se uniu descaradamente à mídia, enquanto precisava mostrar serviço não ao Governo, de quem é subalterno, mas ao Moro. Pessoas como Nassif, como Azenha, como PHA, etc., todos em seus blogues não pararam nunca de advertir a Presidente dos maus passos que ela estava dando, enquanto mantinha o ministro, que tinha por obrigação e lealdade à sua superiora, não apenas procurar saber o que estava em curso nas ações de seus subordinados, mas, e principalmente, investigar e dizer, às claras, o que, de fato, não convinha ser feito pela corporação, não pra abafar nada, mas para que se evitasse o que sistematicamente vimos acontecer: uma escandalização de uma polícia para incriminar sem provas; desrespeitar, e até humilhar pessoas do Governo, como tanto temos visto. 

    Por ter uma sobrinha casada com um PF, vim acompanhando o ódio que ele e seus colegas, que também conheci, pelo Governo. Houve algo que os fez sentir mais ódio de Dilma, quando ela mudou as regras da hierarquia da PF. Infelizmente não posso dizer ao certo o que foi, mas os vi se referindo a essa ação de Dilma com muita violência. 

    Se não podemos afirmar que Eduardo Cardoso foi o maior responsável por essa onda de tanta decadência de Dilma, no mínimo podemos constatar que ele nunca, jamais, foi capaz de se comportar como alguém que estava investido do poder que Dilma lhe conferiu. Tornou-se um boneco nas mãos da corporação, e fez muito mal ao Governo. E a gente jamais saberá o que fez Dilma manter esse palhaço na pasta, que é, talvez, a mais importante de todos os ministérios.

    Sabemos que o nosso sistema político implica reunir nas suas bases programas diversos; pessoas que pensam diferentes, entre outras, mas, pensemos que é, no mínimo injenuidade achar que Lula e Dilma não imaginaram que estariam convivendo com verdadeiros canalhas quando permitiram a entrada em seus governos com pessoas com Roberto Jefferson, entre outros.

    Está mais do que claro que a AP 247 foi o primeiro golpe para desestabilizar o PT no Goeverno. A coisa prosperou, e pela primeira vez vimos imprensa, PF e Justiça agindo sem recatos, sem o mínimo de respeito às instituioções, porque pela primeira vez foram idiotizados todos que sequer entendiam o processso. Como bois em manada saíram-se todos contra o PT. Por algumas coisas ainda não explicáveis Lula permaneceu no poder, e ainda deu a volta por cima, mas ficou a marca indelével contra a sigla, embora saibamos que amanhã a História conte melhor a história. Refiro-me ao fato, contundente de que que todos os partidos praticaram as mesmas ações que o PT. O mais evidente ficou com a não invetigação, ou a mesma escandalização dos tucanos quanto ao Mensalão Mineiro, que em nada teve de diferente do ocorrido aos integrantes do PT. Faltou ao STF a mínima dignidade para prover sua autoridade perante as Leis, e, assim, por pura vaidde de um imbecil como Joaquim Barbosa, alucinado pela sua aparição na mídia, que cuidou de lhe dar um crédito imerecido, jogou na lama todos os projetos do PT, ainda hoje tido como essa coisa tão ruim. 

    Dilma, enfim, foi uma escolha péssima de Lula, senão pela pessoa que representa, mas por não ter um mínimo de capacidade de conviver com o cargo que ocupa. É muito fraca; é muito maipulável por pessoas que não lhe sevem, como o Ministro de Justiça. Poderia ter visto, não apenas ela, como Lula, o tipo de safado que é Delcídio do Amaral. Esse sujeito deu mostras contundentes de não ser um petistta quando das denúncias de Roberto Jefferson. Ninguém pensou na trajetória dele, que vinha do tucacanato, eque, a bem da verdade, ficou em cima do muro como ficou Eduardo Cardoso, sem dizer ao certo o que queriam, quando, em verdade, o Partido dos Trabalhadores queria,, sim, toda a defesa.

    Por fim, acho que Dilma é honesta, difícil de ser dfenestrada, mas considero, sinceramente, que ela pecou muito em se adiantar em exonerar pessoas tão importantes de seus governos, e não ter tido o mínimo de atenção ao seu ministro da justiça, que, sem dúvida, a ter tomado medidas mais drásticas, em seu favor, poderia ela, hoje, estar em situação muito mais confortável.

    Infelizmente não podemos ver um horizonte límpido. Estamos diandte de uma verdadeira guerra política, tal como nos anos de Getúlio, Kubistchetc, e Jango, quando, pra variar, uma ala política muito forte investe contra a dmocracia, independente do que posssa gerar essa investida. Os incautos lutam pelo impeachment, todos envolvidos pela mídia, principalmente dos Marinhos, que abrangem mais seguidores. Os mesmos que ditaram a ditadura e já se redimiram por isso. 

    Amanhã teremos mais uma manifestação contra o PT, e vai saber o que pode acontecer, tendo em vista que estamos num momento dos mais difíceis e complexos, sobretudo pelo que ao longo da semanna, por popósito mesmo, a Lava Jato e dos procuradores tucanos de SP, que tudo fizeram em comum acordo para que chegássemos ao cáos, visto que os “petralhas” não morreram.

  22. Nada será como antes… a

    Nada será como antes… a rede de comida Habbib’s junto com sua irmã, a rede Ragazzo, por exemplo, vai perder um monte de clientes.

    É que essas empresas, que tem um único dono, anunciou que vai apoiar as manifestações de amanhã.

    Nunca tinha visto empresa jogar fora fregueses dessa forma antes…

     

    • Vai perder clientes mesmo, já

      Vai perder clientes mesmo, já está mal das pernas. E se empresários ganhassem eleições o Lula e a Dilma não teriam sidos eleitos.

    • Riachuelo também…

      Com o seu presidente Flávio Rocha – já figurou aqui no blog como um legítimo representante do capitalismo brasileiro que não vive sem juros subsidiado do BNDES – tuitando a foto da loja na Av. Paulista com manequins verde e amarelo nas vitrines e na descrição: já preparados para a manifestação do dia 13. Tirem as crianças da sala…

  23. Roteiro do golpe

    O que quer dizer o PSDB com?…  “Ninguém pode ser condenado previamente. Mas ninguém está acima da lei.” “É hora de confiarmos nas instituições.” Vejamos: esse promoteur paulista comete uma idiotice prá insuflar a plege ignara, sua ação fracassa pela recusa da juíza em prender Lula. O judiciário é confiável e justo, dirão… Depois o juiz camisa preta processa e condena Lula que, depois de condenado em segunda instância está inelegível para 2018. Um judiciário eficiente afasta Dilma da presidência. Esse é o roteiro que será recheado de factoides prá que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot continue engavetando denúncias contra VIPS do PSDB

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome